>INDÚSTRIA ALIMENTAR

 
 

COMO PODEMOS NOS ENTREAJUDAR

  • A nossa base de dados com milhares de contactos interessantes está à sua espera: Está interessado(a) em

    • Contactos de investigadores da área da carne de cultivo?
    • Contactos de pequenas empresas que produzem e vendem carnes vegetarianas, bebidas não-lácteas e substitutos de ovos?
    • Está interessado em divulgar as suas ideias inovadoras através do movimento mundial vegetariano e para o bem-estar dos animais?
    • E mais?
    Por razões de proteção de dados não poderemos tornar aqui pública a base de dados de endereços. Por isso, pedimos-lhe que nos envie qualquer consulta, comentário ou sugestão . Assegurar-nos-emos que essa informação será encaminhada para os contactos mais adequados, sem cobrar qualquer tarifa.

    A nossa base de dados de endereços contém

    • Estabelecimentos públicos de investigação que dão relevância à tecnologia e biotecnologia alimentares
    • Organizações tais como a FAO, a OMS, a ILSI, etc.
    • Contactos, em parte pessoais, de investigadores que trabalham em carne de cultura
    • Os decisores e institutos de investigação na indústria alimentar
    • Organizações vegetarianas em todo o mundo
    • Organizações de direitos e bem-estar animais de todo o mundo

  • Através deste website queremos transmitir informação acerca do enorme potencial de mercado, os desafios, as oportunidades e os desenvolvimentos atuais em cada uma das áreas de interesse.
  • Temos todo o gosto em organizar eventos de prova culinária para que experimente os já existentes produtos de carne vegetariana, assim como outros alimentos de origem não-animal, para que possa ponderar sobre os prós e os contras. Presentemente, a produção de carne vegetariana é feita numa escala tão pequena e regional que os produtos têm um valor superior ao real. O que nos falta é a produção mundial em larga escala de forma a competir em termos de preço e qualidade com os alimentos de origem animal: uma lacuna no mercado que poderá aproveitar?
    O mesmo se aplica a produtos substitutos de ovo para confeção industrial. É aqui notada a falta de produtos económicos, higiénicos, e de origem não-animal que apresentem as mesmas características dos ovos, mas agora sem necessidade do envolvimento animal no processo.

  • Comece a pensar seriamente em investir na tecnologia do futuro: A carne cultivada!

  • Planeamos também, futuramente, trabalhar com os media (já iniciamos contactos nesse sentido).

  • Certamente é do seu interesse conhecer os estudos acerca da aceitação da carne vegetal pelos consumidores (Projeto PROFETA, na Holanda). Nota: Nesse website é usado NPF (Novel Protein Food) nessas carnes alternativas.

  • Contacte-nos